11 contra 11 e no fim já não ganha a Alemanha.

Há um novo príncipe no Mónaco.



    O Mónaco de Leonardo Jardim é das melhores equipas a jogar na actualidade.
    É a equipa com mais golos marcados nas principais ligas Europeias e conseguiu esta semana um feito espectacular ao dar a volta à eliminatória frente ao Manchester City ganhando por 3-1 e anulando o resultado negativo de 5-3 que trazia da primeira mão, mostrando que consegue fazer frente a qualquer equipa.
    Leonardo Jardim conseguiu organizar uma equipa que com um misto de experiência e de juventude consegue ser uma equipa equilibrada e sabe o que fazer dentro de campo.
Fig.1.Equipa inicial do Mónaco




      O Mónaco é das equipas que tem um processo ofensivo muito bem delineado e que melhor sabe o que fazer com a bola em sua posse. Os médios centro sabem perfeitamente quando têm de jogar um futebol mais apoiado e aí Moutinho sobe no terreno flectindo Bernardo para o meio e jogando próximo um do outro com Fabinho a fazer a cobertura com Lemar a procurar a profundidade na esquerda e Germain a procurar a profundidade pela ala esquerda que Bernardo deixou vaga contando com o apoio dos laterais para criar situações de 2 para 1 com o lateral adversário, sendo Falcão a referência na aérea para os cruzamentos. Quando a equipa joga com equipa mias fortes que eles prefere jogar mais em contra-ataque com Fabinho a conduzir a bola da zona defensiva para a zona ataque enquanto os seus companheiros procuram desmarcações para conseguir criar perigo para a baliza adversária e ai é Bernardo que abre à esquerda e Germain joga mais perto de Falcão e procura a profundidade entre os centrais e o guarda-redes adversário.

Fig.2.Contra-ataque do Mónaco.

Fig.3.Desmarcação dos avançados do Mónaco.

Fig.4.Variação de flanco para conseguir superioridade numérica.
Fig.5.Início do processo ofensivo por um dos defesas centrais.


     A defender, o Mónaco aproveita o facto de Fabinho já ter sido defesa para muitas vezes jogar com 5 defesas ficando Fabinho responsável pelas dobras aos companheiros ou por ir fazer pressão com algum colega para ter vantagem e tentar ganhar a bola rápido para sair em contra-ataque. Quando Fabinho recua para junto da defesa os outros três médios jogam mais juntos numa posição central ficando a cargo de Germain ir pressionar os laterais quando a equipa adversária começa o jogo ofensivo pelas linhas se o adversário tentar sair a jogar pelo meio é Falcão que faz essa pressão ficando Germain nas costas dele funcionando com o primeiro médio de pressão para a equipa não ficar em inferioridade numérica no meio campo, estando sempre equilibrada nessa zona dificultando a troca de bola por zonas mais centrais do campo.

Fig.6.Posicionamento defensivo na saída de bola adversária.
Fig.7.Posicionamento defensivo numa variação de flanco.
Fig.8.Posicionamento da equipa com a bola num flanco.
Fig.9.Posicionamento num contra-ataque.


   Esta equipa do Mónaco ainda está em todas as competições podendo ganhar 4 troféus. Jardim conseguiu construir uma equipa com muita qualidade e com aspirações a lutar por títulos sem entrar em loucuras financeiras recorrendo a jovens valores que ele achava capazes de ajudar o Mónaco a vencer títulos e se isso acontecer será uma aposta ganha quer por ele quer pela direcção do Mónaco que apostou nele.













































Comentários