“CALMA, QUE ELE VAI ESTAR LÁ!”

A última Liga dos Campeões de Sir. Alex Ferguson



    A época de 2007/2008 teve como vencedor da Liga dos Campeões o Manchester United treinado por Alex Ferguson e tornou-se o último título europeu de um dos melhores treinadores do mundo.
   A equipa jogava a maior parte das vezes num 4-4-2 tendo no entanto facilidade em mudar de sistema consoante a dificuldade do jogo.
   Esta época foi bastante boa para o Manchester United que além da Liga dos Campeões ganhou também a Liga Inglesa, foi também a época de afirmação de Cristiano Ronaldo que foi eleito o melhor jogador dessa época.

Fig.1.Equipa inicial do Manchester United de 2007/2008

      No processo ofensivo, a equipa estendia-se no terreno com Evra a jogar bem encostado à linha do lado esquerdo jogando quase como um extremo permitindo a Cristiano Ronaldo fletir para o centro e assim jogar mais perto da baliza e procurar a profundidade ou fazer uso da sua qualidade de remate. A junção de Ronaldo a Tévez e Rooney permitia a Rooney baixar no terreno e jogar mais como médio ofensivo que ponta de lança na maior parte do encontro o que fazia com que United ganhasse mais qualidade de passe curto e conseguisse fazer passe em rotura para os homens mais adiantos (imagens 3 e 4) quando não existia esse espaço Rooney abria na esquerda e era Ronaldo que passava a jogar entre linhas para que pudessem construir de trás jogando Evraz em linha com Carrick e Scholes (imagem 4), o extremo do lado contrário era usado para procurar a profundidade desse lado fazendo trocas posicionais com Ronaldo podendo aparecer entre os defesas centrais enquanto Ronaldo aparecia  entre o central e o lateral (imagens 3 e 4) e dando mais que uma linha de passe a Carrick, Scholes ou Rooney.
Fig.2.Início do Processo ofensivo


Fig.3.Espaço livre para Ronaldo explorar.

Fig.4.Desmarcação de Giggs entre os defesas centrais adversários.


Fig.5.Posicionamento ofensivo aquando a recuperação de bola.


    No processo defensivo a equipa baixava linhas passando Carrick e Scholes a jogar como autênticos médios defensivos com Rooney à frente deles e atrás de Tévez que ficava responsável por impedir os centrais de saírem a jogar com a bola controlada. Os extremos baixavam no terreno consoante os laterais adversários iam subindo e quando as equipas adversárias entravam no último terço o Manchester fazia uma pressão mais forte congestionando o jogo das equipas adversárias tapando-lhes as linhas de passe com vários homens a sair na pressão ao portador da bola que ficavam sem linhas de passe e via-se obrigado a apostar numa acção individual onde estava em desvantagem ou então a tentar um remate de muito longe que raramente causava perigo ou a passar a bola de qualquer maneira o que podia permitir contra-ataques perigosos para o Manchester United. 
Fig.6.Pressão defensiva.


Fig.7.Posicionamento defensivo no lado direito da defesa.



    Esta foi a última equipa dominadora do Manchester United e o último título europeu de Sir. Alex Ferguson, depois desta equipa e da saída de Alex Ferguson o Manchester United nunca mais conseguiu um grande resultado nas competições europeias.
   Os adeptos do United suspiram por Sir. Alex Ferguson porque após a saída dele nunca mais conseguiram ganhar a Liga Inglesa e as suas equipas têm desiludido ano após ano.

























Comentários