“CALMA, QUE ELE VAI ESTAR LÁ!”

Os Treinadores da Liga Portuguesa.

 


       As equipas da primeira Liga já escolheram todas os seus treinadores para a época de 2016/2017, e todos eles são portugueses.
       Começando pelos três “grandes”, Rui Vitoria é o que está menos pressionado pois é bicampeão e a direção do Benfica sabe que ele é capaz de vencer não tendo na minha perspetiva o lugar em risco se não for campeão, já Jorge Jesus e Sérgio Conceição sabem que têm de ser campeões para no fim da época manterem o seu lugar de treinador de Sporting e Porto respetivamente.
      Jesus vai para a sua terceira época no Sporting e é a última oportunidade que Bruno de Carvalho lhe dá para ser campeão enquanto Pinto da Costa fez um esforço para conseguir Sérgio Conceição e espera o retorno desse esforço com o título da Liga Portuguesa.
      Nos rivais do Minho, Braga e Vitoria de Guimarães, Abel Ferreira tem o seu primeiro grande desafio como treinador num Braga que está a atacar forte o mercado para dar uma equipa capaz de ser intrometer na luta pelos lugares cimeiros, o Vitória mantém Pedro Martins como treinador e com um treinador com a qualidade dele à frente da equipa pode sempre aspirar a uma excelente classificação.
     Na luta pela Europa o Marítimo manteve Daniel Ramos como treinador após uma excelente prestação na época passada enquanto que Chaves e Rio Ave mudaram de treinador, o Rio Ave escolheu Miguel Cardoso que era adjunto de Paulo Fonseca no Shaktar e que tem a sua primeira experiência como treinador principal num clube que costuma “atacar” bem o mercado. O Chaves escolheu Luís Castro para seu treinador após uma temporada em que provou no Rio Ave que as suas equipas jogam um futebol bonito e com qualidade, com uma direção que pretende levar o clube aos palcos europeus, Luís Castro e o seu Chaves têm tudo para fazer um bom campeonato.
      A equipa que mais interesse me desperta é o Aves pois a equipa contratou Ricardo Soares que começa assim pela primeira vez uma temporada à frente de um clube na Liga NOS, além disso a direção tem contratado jogadores com muitos anos de Liga NOS e com créditos firmados.
        Por seu turno o Portimonense conseguiu manter Vítor Oliveira como treinador voltando assim o “Rei das Subidas” a treinar na Liga NOS resta saber se lhe vai correr tão bem como costuma correr a Segunda Liga.
       Tirando o Moreirense o resto dos clubes manteve o treinador com que acabou a temporada, sendo que os que mais atenção me despertam são Nuno Manta e Miguel, treinadores do Feirense e Boavista respetivamente, pois têm qualidade para se intrometer na luta pela Europa se as coisas correrem como o planeado.

       Resta agora esperar pelo início da Liga NOS e ver como vão correr as coisas aos clubes.

Comentários