“CALMA, QUE ELE VAI ESTAR LÁ!”

A importância da pré-época.


Por muito que o adepto futebolístico não goste muito de jogos amigáveis de pré-época, eles são essenciais para a construção de uma equipa.
Em primeiro lugar a pré-época permite ao treinador ver a forma em que estão os seus jogadores e decidir qual a abordagem física que deve ter nos treinos.
Também permite ao treinador integrar os novos jogadores sem eles terem a pressão imediata de jogos de competições oficiais.
É nesta fase da época que os treinadores podem treinar os seus sistemas táticos com os seus jogadores de forma a que estes ganhem rotinas para quando começarem as competições oficiais a equipa já esteja bem coordenada e os jogadores já tenham rotinas uns com os outros para que seja fácil para eles saberem o que fazer em campo.
A pré-época também dá muitas dores de cabeça ao treinadores pois é nesta altura que eles têm de escolher que jogadores querem contratar, que jogadores são para emprestar e que jogadores são para vender, além disso ainda têm de estar atentos às vendas de jogadores fundamentais e serem rápidos a substituí-los para não perderem qualidade.
Também é nesta altura que quem regressou de empréstimo tenta provar que merece uma oportunidade no plantel e se conseguir provar isso vai confundir as contas dos treinador.
Além disso tudo têm de lidar com as constantes notícias de possíveis saídas e entradas que a comunicação social pública diariamente.
É provavelmente a altura mais stressante numa época futebolística para um treinador.

Comentários