11 contra 11 e no fim já não ganha a Alemanha.

O Renascimento do Ac Milan.


      O Ac Milan está decidido a voltar a entrar nas contas pelo título da Liga Italiana e pelo acesso à Liga dos Campeões e por isso abriu os cordões à bolsa para reforçar e bem o seu plantel.
     Como consequência de ter ficado em 6ºlugar o Milan vai ter de disputar a pré-eliminatória da Liga Europa e teve que atacar o mercado de transferências mais cedo para ter a equipa já quase toda definida quando for jogar essa pré-eliminatória.
    Começando pela defesa o Milan contratou Mussachio , Ricardo Rodriguez e Conti, o primeiro é um central que foi o patrão da defesa do Villareal com experiência em competições europeias e em jogar contra os melhores do Mundo, Messi e Ronaldo, que fará uma excelente dupla com Romagnoli enquanto o segundo veio para dar qualidade ao lado esquerdo da defesa do Milan que era o ponto fraco da equipa, por seu turno Conti veio para competir com Abate.
     Para o meio campo contratou Kessie e Calhanoglu. Kessie é um médio defensivo forte fisicamente e com um excelente posicionamento em campo o que lhe permite recuperar bolas com facilidade, foi um dos destaques da Atlanta na temporada passada tendo sido fundamental para a excelente classificação do clube.Calhanoglu é um médio mais ofensivo com muita qualidade e com um bom remate que pode dar à equipa muitos golo e assistências, além de ser muito forte nas bolas paradas.
     Para a frente de ataque o Milan contratou André Silva e Borini. André Silva é um avançado centro que tanto pode jogar sozinho na frente de ataque ou num sistema com dois avançados. Borini é um jogador que pode jogar a ponta-de-lança ou a extremo e que vem aumentar as opções ofensivas de Montella.
    Ao contrário dos anos anteriores o Ac Milan atacou bem este mercado de transferências e está a contruir uma equipa capaz de lutar pelos lugares cimeiros da classificação.


Comentários