A magia da unidade de treino!

Sem margem de erro para Wenger.


       O Arsenal manteve Arsene Wenger como seu treinador mesmo sabendo que a opinião da maior parte dos adeptos era que deviam contratar outro treinador.
     O que pesou na decisão da direção do Arsenal foi tudo o que Wenger fez pelo clube e a experiência que ele já tem como treinador do clube, mas a verdade é que o Wenger e o Arsenal já não ganham a Liga Inglesa  desde 2004.
         Para se ter uma noção jogadores como Fabregas e Robin Van Persie tiveram que sair do Arsenal porque queriam ser campeões e achavam que ali não conseguiam.
       Se nos anos anteriores Wenger conseguiu minimizar os estragos com a qualificação da equipa para a Liga dos Campeões, isso não acontece esta temporada, em que a equipa vai disputar a Liga Europa.
       A verdade é que o Arsenal tem sempre uma equipa competitiva com qualidade para fazer melhor, mas nos momentos decisivos fica sempre a faltar qualquer coisa.
      Em Inglaterra é mais normal as equipas grandes perderem pontos com equipas mais fracas devido ao maior equilíbrio, no entanto o Arsenal tem de ser capaz de evitar esta situação senão continuará longe do título.
      Além disso Wenger tem de reforçar algumas posições em que o Arsenal tem menos qualidade, por exemplo com um jogador como Ozil no meio campo o Arsenal precisa de um excelente recuperador de bolas a jogar como médio centro para depois libertar Ozil para este organizar o jogo ofensivo da equipa. Se conseguir que isso aconteça será mais fácil para Ozil ser decisivo e aproveitar as excelentes desmarções de Alexis Sanchez. Com a aquisição de Lacazette o Arsenal torna-se mais perigoso no ataque, no entanto continua a precisar de reforçar a zona mais defensiva do meio-campo.
    É provavelmente a última oportunidade de Wenger ser campeão no Arsenal, porque senão o conseguir não acredito que fique no clube no fim da temporada.



 

Comentários